GUST 9723 | Francisco Camacho | 2023

Em 1997, Gust apresentava-se como “um trabalho sem tema de antemão. Mas com título predeterminado, antecedendo a obra.” Passados 26 anos, Gust9723 é um trabalho com/sobre/a partir desse trabalho sem tema de antemão, mas com título, gestos, cenário, atmosfera, cenas, sons e temporalidade pré-dados. No entanto, esses pré-dados não predeterminam, necessariamente, a peça hoje. Antes indicam caminhos que podem ou não ser trilhados. Hoje, o trabalho com o “trabalho sem tema de antemão” de 1997 é fazer com que este Gust venha não do (seu) passado, mas da renovada vontade de lhe oferecer um (outro) futuro. — André Lepecki
Direção artística e coreografia | Francisco Camacho
Dramaturgia | André Lepecki
Música | Sérgio Pelágio
Cenário | Rafael Alvarez
Assistente de direção artística | Pietro Romani
Desenho de luz e direção técnica | Frank Laubenheimer
Interpretação | Beatriz Marques Dias, Beatriz Valentim, Begoña Méndez, Bruno Senune, Carlota Lagido, Filipa Francisco, Francisco Rolo, Hugo Marmelada, João Oliveira, Magnum Soares, Mariana Tengner Barros, Marta Coutinho, Miguel Pereira, Rolando San Martín, Sofia Kafol
Direção de produção | Lucinda Gomes
Produção executiva e gestão financeira | Teresa de Brito
Produção executiva | Tiago Sgarbi
Estagiária | Andreia Marinho
Produção | Eira
Coprodução | Teatro Municipal do Porto, CCB – Centro Cultural de Belém
Agradecimento especial | António Câmara Manuel, Cristina Piedade, David Miguel, Felix Santana, Isabel Peres, João Galante, João Samões, Nines Gómez, Paula Pereira e Ronald Burchi, que colaboraram na criação original em 1997, assim como aos coprodutores Acarte/ Fundação Calouste Gulbenkian e O Acto.

Esta remontagem é dedicada à memória de Paula Castro (1968-2007), que integrou o elenco original de intérpretes de Gust.

Datas de apresentação
15 e 16 setembro | Teatro Municipal do Porto – Rivoli, Porto, PT
23 setembro | Centro Cultural de Belém, Lisboa, PT